Qualidade de Vida

Teste de gravidez de farmácia é confiável? Descubra!

Teste de gravidez
Escrito por Juliana Delgado

O teste de farmácia costuma ser um dos primeiros recursos que a mulher recorre ao desconfiar que está grávida. Ele é prático, de fácil acesso e barato. Há, inclusive, quem faça mais de um teste para se certificar do resultado, afinal, é importante ter certeza se a família vai ou não aumentar. Hoje em dia existem dezenas de marcas sendo comercializadas, mas será que todo teste de gravidez de farmácia é confiável? 

De forma geral, independentemente do preço e da marca, todo teste de gravidez possui a mesma lógica: detectar a presença ou a ausência do hormônio beta-HCG na urina.

Esse hormônio passa a estar presente no organismo da mulher assim que o óvulo é fecundado, ou seja, a partir do início da gestação. Portanto, o teste de gravidez de farmácia que identifica a presença de beta-HCG na urina evidencia que há um bebê a caminho. 

Se você tem dúvidas sobre a confiabilidade dos testes de gravidez de farmácia, este artigo é para você. Continue a leitura e confira!

Quando o teste deve ser feito?

É essencial fazer o teste de gravidez de farmácia somente quando houver atraso menstrual, pois, se feito antes, maximizam-se as chances de o resultado ser negativo, mesmo que a mulher esteja grávida. Isso porque, antes do atraso da menstruação, é possível que o nível de beta-HCG possa ser insuficiente para ser detectado no teste.

Portanto, caso o ciclo menstrual seja regular, o teste deve ser feito somente a partir do segundo dia de atraso da menstruação para garantir informações mais precisas.

Quais as instruções para o momento do teste?

Alguns cuidados são básicos e interferem diretamente na qualidade do teste de gravidez. Portanto, é importante ler atentamente a bula do produto. Além disso, siga algumas orientações que se aplicam a todos os testes:  

  • programar-se para coletar a primeira urina da manhã, pois costuma apresentar maior concentração do hormônio beta-HCG; 

  • urinar em um recipiente limpo e seco; 

  • mergulhar a fita de teste na urina pelo tempo especificado na embalagem; 

  • retirar a fita e aguardar o período recomendado na embalagem; 

  • duas riscas indicam resultado positivo e a confirmação da gravidez; uma risca significa que não há sinais de gestação ou, então, que ainda não foi possível detectá-la;  

  • se preferir, caso queira confirmar o resultado, é aconselhável repetir o teste uma semana depois. 

Que erros comuns podem ser evitados?

Embora toda possibilidade de gravidez costume aumentar os níveis de ansiedade, é importante estar atenta e evitar as situações abaixo para garantir um resultado mais preciso: 

  • fazer o teste muito cedo, antes do atraso menstrual;  

  • não manter a fita mergulhada na urina pelo tempo recomendado; 

  • usar urina muito diluída, obtida ao longo do dia, e não nas primeiras horas da manhã; 

  • adquirir testes “fajutos” que não possuem o selo da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) e o registro no Ministério da Saúde;  

  • comprar o teste em estabelecimentos que não apresentam armazenamento adequado do produto; 

  • usar um teste fora do prazo de validade.

Como confirmar o teste de farmácia?

Apesar de ter grande chance de ter um resultado verdadeiro, o teste de farmácia não é recomendado para comprovar que a gravidez está vigente. Dessa forma, para complementar o seu resultado, é aconselhável fazer outros exames quando o resultado de teste de gravidez de farmácia der positivo.

Além disso, deve-se preferir outros exames quando o teste de farmácia for negativo, mas o atraso menstrual se prolonga ou aparecem sintomas de gravidez. Fazer outros tipos de exames também é uma boa opção para a mulher que está em dúvida quanto ao resultado, visto que os exames de farmácia feitos tiveram resultados distintos, como um negativo e outro positivo.

Exame de sangue

O exame de sangue é feito em laboratório e, para realizá-lo, não é preciso ter um pedido de exame feito por médico ou de jejum. Esse teste tem maior confiabilidade que o comprado nas farmácias. Isso porque a concentração de beta-HCG no sangue é detectada até em pequenas quantidades, diferentemente do exame de urina. Sendo assim, ele é mais sensível.

Com o exame de sangue também é possível quantificar o beta-HCG, o que não é feito no exame de urina. Isso é interessante para atestar que a gravidez está indo bem, visto que os níveis de hormônio devem aumentar mais de 50% em 48 horas de intervalo. Caso a concentração esteja diminuindo ou aumentando pouco, é possível que a mulher esteja abortando e deve procurar orientações médicas.

Além disso, níveis de hormônios aumentando demasiadamente podem indicar doenças gestacionais em que é preciso intervenção médica precoce. Por esse motivo a dosagem de beta-HCG sanguíneo sempre deve ser medida quando há suspeita de gravidez.

Geralmente o beta-HCG é detectável no sangue a partir da 3ª ou 4ª semana de gravidez, o que significa que a gravidez pode ser constatada antes do atraso menstrual. No entanto, em alguns casos o hormônio pode não ser detectado antes do atraso, o que gera um falso negativo. Assim, é recomendado realizá-lo após o atraso menstrual.

Ultrassonografia

O ultrassom geralmente é usado para acompanhar a gravidez e o bem-estar do feto, mas também pode ser usado para diagnosticar a gestação. No entanto, isso só é possível quando o saco gestacional é visto no exame do tipo transvaginal, o que normalmente acontece após a 5ª semana de gravidez, ou seja, 1 semana após o atraso menstrual.

Se a ultrassonografia for feita por via abdominal, o diagnóstico só será possível a partir da 7ª semana de gestação.

Exame médico

Existem alguns sinais e sintomas que são típicos de mulheres grávidas, como o inchaço nos seios, o atraso menstrual e enjoos frequentes. Além disso, em gestações mais avançadas é possível detectar o aumento do útero pelo exame físico.

O exame médico é capaz de levantar fortes suspeitas de gravidez, mas não de confirmá-la. Assim, o médico que suspeita da condição deve encaminhá-la para a realização do beta-HCG sanguíneo.

Na prática, a mulher que pensa imagina estar grávida só tem duas formas de detectar a gravidez nas primeiras semanas. A primeira delas é o teste de farmácia, que pode ser a primeira opção, visto que é mais barato e acessível. Caso ele dê positivo recomenda-se fazer o teste sanguíneo de dosagem hormonal para confirmar o primeiro resultado de teste de gravidez.

Você já conhecia todas essas informações sobre o teste de gravidez de farmácia? Se você gostou do artigo, aproveite para assinar nossa newsletter e receber periodicamente informações sobre qualidade de vida, saúde, alimentação e estética.

pomada canela de velhoPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Juliana Delgado

Farmacêutica Farmácia Bigfort Bebedouro

Deixar comentário.

Share This