Saúde

Saiba como comprar repelente e quais doenças evitar!

mulher passando repelente
Escrito por Rodrigo Fávaro

Aumenta o calor, o tempo fica mais úmido e como consequência cresce o volume de mosquitos. A picada desses insetos pode parecer inofensiva, mas também é capaz de trazer doenças, como a dengue, Zika e Chikungunya. Por isso é tão importante comprar repelente, principalmente, durante essa época.

Os repelentes atuam como uma camada de vapor sobre a pele, que afasta os mosquitos e, portanto, previne as picadas. Eles podem ser naturais ou sintéticos e, geralmente, são totalmente atóxicos e protegem por períodos prolongados.

Atualmente, os repelentes sintéticos aprovados pela Anvisa são feitos a partir de três ativos: icaridina, DEET e IR3535. Mas existe um melhor entre eles? Como escolher o repelente ideal? É exatamente sobre isso que falaremos a partir de agora. Então, pegue o bloco de notas e aprenda a comprar repelente!

Qual a diferença entre os tipos de repelentes?

Como falamos acima, as substâncias sintéticas permitidas pela Anvisa para os repelentes são: icaridina, DEET e IR3535. Vamos saber mais sobre eles:

  • icaridina: é considerado o mais potente princípio permitido no país. Tem duração média de até 12 horas e pode ser usado por gestantes e crianças a partir dos 2 anos de idade;

  • DEET: com menor tempo de duração, 4 horas em média, o DEET precisa ser reaplicado com alguma frequência. Além disso, é preciso verificar as restrições quanto à repetição da aplicação em crianças a partir dos 2 anos e gestantes;

  • IR3535: tem duração de 4 horas após a aplicação, pode ser usado em crianças a partir dos 6 meses e não tem restrições para grávidas.

Vale lembrar que todos os tipos de repelentes devem ser aplicados de acordo com as orientações do fabricante (geralmente impressas no rótulo) e de um dermatologista.

Como escolher a melhor alternativa?

Como foi apresentado acima, cada um dos tipos de repelente tem um tipo de ação e especificações quanto à restrição de uso. Por isso, você deve pensar nas suas necessidades antes de comprar repelentes.

Se o seu objetivo for fazer passeios mais longos e com menos paradas para reaplicação, talvez a melhor opção sejam os repelentes a base de icaridina. Eles geralmente são um pouco mais caros, mas a praticidade de fazer menos aplicações pode valer a pena.

No entanto, se você tem crianças entre 6 meses a 2 anos, usar repelentes a base de IR3535 pode ser a melhor alternativa. Com menos restrições de uso, ele é o ideal para esse tipo de aplicação.

Como aplicar o repelente no corpo?

Independentemente de qual tipo você escolher, é fundamental que ele seja aplicado em todas as áreas expostas do corpo, evitando apenas olhos e regiões feridas. Para aplicar no rosto, o ideal é borrifar o produto nas mãos e usá-las para espalhar pela face. 

Não há restrições quanto ao uso de repelente antes de dormir, porém, o contato com o lençol e cobertas pode tirar o produto de seu corpo. Por isso, nesses casos é recomendado o uso de telas e redes nas janelas para afastar os insetos.

Caso vá utilizar cosméticos ou protetores solares, o ideal é que esses produtos sejam aplicados na pele limpa 30 minutos antes de usar o repelente. Contudo, é altamente indicado evitar produtos com aromas doces ou frutados, pois eles podem atrair insetos, “anulando” os efeitos do repelente.

Como vimos ao longo neste post, os repelentes são muito importantes, não apenas para evitar insetos incômodos, mas principalmente para prevenir doenças, como a dengue, o vírus Zika e a Chikungunya, que podem inclusive matar. Dessa forma, não hesite em comprar repelente e usá-lo conforme nossas dicas!

E aí, já descobriu qual a melhor opção de repelente para você e sua família? Então saiba que você pode comprar online no conforto da sua casa! Acesse nossa sessão de repelentes e adquira o seu agora mesmo!

 

ômega 3

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This