Saúde

Disfunção hormonal: conheça os principais sintomas e saiba como tratar

mulher praticando exercicio para evitar a disfunção hormonal
Escrito por Rodrigo Fávaro
vitaone cabelos e unhasPowered by Rock Convert

Se você está se sentindo cansado, irritado, sem libido, entre outros sintomas, saiba que pode estar com uma disfunção hormonal. Isso mesmo!

Muitas vezes tratada como depressão (cujos medicamentos apenas mascaram o verdadeiro problema), a disfunção hormonal atinge homens e mulheres. Ela pode ser a responsável por muitos dos problemas físicos e psicológicos que você vem enfrentando sem saber direito o porquê.

Se identificou com a situação e quer saber mais? Então, continue a leitura!

A origem da disfunção hormonal

O nosso corpo é como uma grande engrenagem, que precisa ter tudo funcionando perfeitamente. Mas além dos órgãos já conhecidos, uma parte importante desse sistema são os hormônios — não tão conhecidos assim.

Apesar de cada caso ser diferente (e somente com ajuda médica é possível descobrir qual é o seu), alguns dos distúrbios hormonais são os da glândula tireoide. O hipotireoidismo e o hipertireoidismo são os mais comuns e caracterizam-se pela pouca ou excessiva produção dos hormônios T3 e T4. Há, ainda, os distúrbios na glândula hipófise ou nas glândulas suprarrenais.

Vale lembrar que a tensão pré-menstrual (TPM) e a menopausa (nas mulheres) e a andropausa (nos homens) também são responsáveis por alterações hormonais periódicas ou permanentes. Se você percebe alterações consideráveis durante a TPM ou tem mais de 50 anos e sofre com os sintomas da disfunção hormonal, fale com o seu médico! 

supracorp mulherPowered by Rock Convert

Os sintomas mais comuns

Apesar de cada disfunção hormonal apresentar sintomas distintos, vale a pena procurar um médico — que pode ser ginecologista, proctologista ou endocrinologista — caso você perceba a combinação de alguns desses indícios:

  • irritabilidade;

  • cansaço;

  • tristeza;

  • perda da libido;

  • fome em excesso;

  • frio em excesso;

  • distúrbios no sono;

  • alterações na pele (muito seca ou muito oleosa);

  • alterações no ciclo menstrual;

  • infertilidade;

  • síndrome dos ovários policísticos;

  • diminuição da força e da massa muscular e aumento da gordura visceral (nos homens, devido à queda dos níveis de testosterona).

As formas de tratamento

Como já dissemos, o primeiro passo ao identificar os sintomas da disfunção hormonal é falar com seu médico. Só ele será capaz de identificar o problema com certeza — seja por meio de exames de sangue, seja pelo diagnóstico clínico.

Detectado o distúrbio, será possível regular os hormônios em desordem com o uso dos medicamentos corretos. Além disso, há outras atitudes que você tomar (inclusive, desde já) para ajudar nesse controle hormonal e no resgate da sua qualidade de vida, como:

  • praticar exercícios físicos, que trazem a sensação imediata de bem-estar;

  • alimentar-se adequadamente, evitando alimentos ricos em gordura e açúcar, que apenas desaceleram o metabolismo;

  • evitar o consumo de bebidas alcoólicas e do cigarro;

  • fazer terapia, pois conversar com alguém sobre as suas angústias pode ajudar a aliviá-las.

Se você recebeu o diagnóstico de disfunção hormonal, não precisa se desesperar nem ficar chateado. Saiba que esse é um problema comum na sociedade moderna e que a medicina segue caminhando para controlar essa desordem e devolver a qualidade de vida às pessoas que sofrem desse mal. O importante, agora, é seguir com o tratamento indicado pelo seu médico!

Para aliviar os sintomas da TPM e da menopausa, que tal usufruir dos benefícios do óleo de prímula? Para conhecer mais, basta ler o nosso próximo artigo!

 

inalador ultrassônico respiramaxPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This