Saúde

Conheça os sintomas de insolação e saiba como se prevenir

mulher se cuidando contra insolação
Escrito por Rodrigo Fávaro

No verão, as temperaturas extremamente altas podem provocar um quadro de insolação. Esse problema muito sério que, em alguns casos, pode até ser fatal, acontece quando a temperatura do corpo sobe de forma abrupta, de modo que o mecanismo de transpiração não consegue controlar a situação para resfriá-lo. E você, sabe identificar quais são os sintomas de insolação?

Neste artigo, reunimos tudo o que você precisa saber sobre o assunto para prevenir esse problema, descobrir se está com ele e formas de agir nessa situação. Continue conosco e confira!

O que causa a insolação?

A principal causa da insolação é a exposição ao sol e calor intenso por períodos prolongados, que provocam a rápida elevação da temperatura corporal. Exemplos de situações propícias para o desenvolvimento dessa condição são:

  • ficar no sol sem protetor solar na praia ou na piscina;

  • praticar exercícios físicos muito pesados nos dias mais quentes;

  • utilizar roupas inapropriadas para o verão, como casacos, calças muito grossas e botas de couro;

  • permanecer longos períodos sem se hidratar.

Quais são os sintomas de insolação?

A seguir, elencamos os principais sintomas de insolação para que você fique atento se está com um quadro do problema ou não. Os primeiros sinais que se manifestam nesse caso são:

  • temperatura do corpo elevada, acima de 39°C;

  • respiração ofegante e difícil, mais rápida que o normal;

  • extremidades (como os dedos) arroxeadas;

  • vermelhidão da pele;

  • palidez;

  • desmaios.

Com a evolução do quadro, mais sintomas surgem. São eles:

  • dores de cabeça;

  • náuseas e vômito;

  • pulso acelerado;

  • pele quente e sem eliminação de suor;

  • tontura, distúrbios visuais e confusão mental.

Qual é o tratamento da insolação?

Ao detectar uma insolação, o objetivo imediato é diminuir a temperatura corporal do indivíduo de forma lenta e gradativa.

Primeiramente, é recomendado remover a pessoa do ambiente para um local fresco, ventilado e com sombra. Em seguida, retirar o máximo possível das suas peças de roupas, para que elas não aqueçam o corpo ainda mais.

Se o paciente com insolação estiver acordado, o mantenha em uma posição confortável, preferencialmente deitado e sempre com a cabeça elevada. Ofereça água ou qualquer outro líquido gelado, como isotônicos, chás e sucos, com exceção dos alcoólicos, que podem agravar a desidratação. É importante que pessoa não perca ainda mais água, sais e nutrientes fundamentais para o equilíbrio e manutenção do seu organismo.

Aplique compressas de água gelada nas regiões mais quentes, como testa, nuca, virilha e axilas. Um borrifador de água também pode ser um bom aliado para resfriar o corpo de uma pessoa com insolação. Um banho de água fria é a medida final para combater o problema.

Por fim, caso a situação seja grave e as medidas citadas não sejam eficientes, não deixe de procurar atendimento médico emergencial para evitar complicações, que incluem o óbito do paciente.

Como prevenir a insolação?

Para evitar uma insolação, basta seguir as dicas a seguir:

  • evite ficar no sol no período compreendido entre 10 e 16 horas;

  • beba bastante líquido e evite consumir bebidas alcoólicas, uma vez que essas podem deixar o seu organismo ainda mais desidratado;

  • utilize roupas leves, de cores claras e de algodão;

  • não consuma alimentos pesados, como frituras, dê preferência sempre por frutas e verduras, sobretudo nos dias mais quentes;

  • não esqueça do protetor solar de, no mínimo, FPS 30, ele é indispensável para evitar a insolação e queimaduras na pele.

Preservar a sua saúde e bem-estar precisa ser uma prioridade. Proteja-se do sol e do calor, mantendo a insolação bem longe dos seus dias de verão!

Agora que você conhece os sintomas de insolação, aproveite para curtir nossa página do Facebook e ficar sempre por dentro dos melhores conteúdos sobre saúde e prevenção de doenças!

 

banner omega 3Powered by Rock Convert

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This