Alimentação

Conheça os principais riscos do consumo excessivo de açúcar

mulher comendo bolo com muito açucar
Escrito por Rodrigo Fávaro

Brigadeiro, bala, chocolate, sorvete, refrigerante, pirulito… A lista de guloseimas açucaradas é imensa e deliciosa! No entanto, é preciso tomar cuidado e entender que o consumo excessivo de açúcar pode provocar danos sérios à saúde.

Muitas vezes mascarado nos rótulos dos alimentos, o açúcar pode estar descrito por meio de outros nomes, como sacarose, xarope de milho e frutose. É importante, portanto, ler as informações com atenção para evitar os excessos e manter a qualidade da alimentação.

Quer descobrir os principais riscos causados pelo excesso de açúcar? Continue a leitura e confira!

Por que o açúcar é tão prejudicial?

O açúcar é um carboidrato, fonte de glicose, encontrado em quantidades elevadas especialmente nos alimentos industrializados. A ingestão desse macronutriente está associada à produção e à liberação de serotonina, uma substância cerebral que provoca prazer.

É por isso que é tão bom comer açúcar, e muitas pessoas acabam exagerando na dose. O problema está exatamente nesse ponto: o consumo excessivo de açúcar é um hábito que pode causar desequilíbrio metabólico e propiciar o desenvolvimento de doenças.

Quais são os principais riscos do excesso?

A ingesta diária de altas concentrações de açúcar pode expor a nossa saúde a diversos distúrbios. Conheça alguns dos principais:

Problemas de visão

Consumir açúcar em excesso é uma das causas do desenvolvimento de miopia. Durante a infância, esse carboidrato induz a produção de uma substância chamada “fator de crescimento semelhante à insulina 1”, conhecida pela sigla IGF-1.

As moléculas desse composto estimulam o globo ocular a crescer excessivamente, e isso dificulta a formação de imagens na retina, situação que caracteriza a doença.  

Desenvolvimento de câncer

Assim como o açúcar fornece energia para o nosso organismo, ele também alimenta o câncer, pois estimula a inflamação celular. Dessa forma, se alguma célula cancerígena está presente, o excesso de glicose favorece o seu crescimento e a sua multiplicação, podendo levar à formação de metástase.

Danos aos ossos e dentes

O açúcar está diretamente envolvido com o desenvolvimento de osteoporose e cáries. Na primeira, a concentração de açúcar no sangue dificulta a absorção de cálcio e fósforo, minerais indispensáveis para a manutenção e resistência óssea.

Já para a saúde bucal, o acúmulo de resíduos de carboidratos estimula a proliferação de bactérias que fermentam o açúcar e danificam o esmalte. Em alguns casos, pode até mesmo ocorrer a perda de dentes.

Doenças cardíacas

Os riscos de morte por problemas cardíacos são mais significativos para quem consome açúcar em altas quantidades. Esses riscos ocorrem especialmente quando o valor calórico diário é composto por mais de 15% de açúcar.

Diabetes tipo 2

Essa forma da doença é desenvolvida quando ocorre uma resistência à insulina, ou seja, quando tal substância é produzida em excesso. Isso ocorre em razão de altos níveis de açúcar no organismo e da perda de sensibilidade dos receptores ao macronutriente, o que faz com que a glicose não seja absorvida pelas células. Assim, o açúcar permanece no sangue e em altíssimas concentrações, um problema que pode causar danos sérios aos rins e à visão.

Como evitar o excesso do açúcar?

Para diminuir a ingestão diária desse carboidrato, a tarefa inicia na ida ao supermercado: leia os rótulos de todos os alimentos e opte por aqueles com menor concentração ou pelos zero açúcar (ou diet).

Além disso, você pode substituir o adocicador comum por opções mais saudáveis, como a stevia, uma planta brasileira com dulçor natural e que é encontrada em pó, folhas ou cravos. Sempre que for adoçar seu café, suco ou vitamina, opte pela stevia, porque esse adoçante é ideal e não oferece os riscos causados pelo açúcar.

Um dos piores riscos da alimentação moderna é, com certeza, o consumo excessivo de açúcar. Fugir dos alimentos adocicados que são processados e industrializados e preferir as opções naturais, portanto, é uma boa estratégia para preservar a sua saúde e longevidade.

Ficou interessado em testar a stevia? Acesse nossa loja virtual, adquira o seu adoçante Stevia e coloque esse adoçante natural na sua vida! Temos certeza de que seus dias (e a sua saúde) ficarão bem mais doces!

banner adoçante stevia
 

banner whey protein

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This