Alimentação

Conheça os principais riscos do consumo exagerado de açúcar

Mulher comendo doces
Escrito por Rodrigo Fávaro

O açúcar é uma substância bastante comum na nossa dieta. Trata-se de um aditivo alimentar de amplo uso na culinária, estando presente desde no café que bebemos pela manhã até no docinho de sobremesa após uma refeição. No entanto, seu consumo exagerado pode trazer riscos à saúde no curto e no longo prazo, podendo oferecer efeitos irreversíveis em casos mais críticos.

Neste post, confira quais são os principais riscos do açúcar, conhecendo como essa substância age no organismo e quais doenças estão relacionadas a ela! Vamos lá?

O que é o açúcar?

O açúcar é o nome popular de uma substância pertencente ao grupo de carboidratos comumente apresentados na forma de cristais, como a sacarose e a frutose. É conhecido por proporcionar um sabor adocicado nos alimentos, sendo um dos ingredientes mais comuns na culinária de diversas culturas.

O açúcar possui a função principal de fornecer energia ao nosso organismo na forma de glicose. O metabolismo da glicose permite que tenhamos força e disposição necessárias para realizar processos naturais do nosso corpo, como dormir, correr, digerir, pensar, entre outros.

Quais são os principais riscos do açúcar para a saúde?

Assim como qualquer outra substância, para ser aproveitado de forma adequada pelo nosso corpo, o açúcar deve ser consumido em doses moderadas. Segundo recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), a quantidade máxima de açúcar consumida diariamente deve ser de até 25g (6 colheres de chá). Ao ultrapassar esse limite, há a possibilidade de desenvolvimento de certas doenças. Assim sendo, a seguir, conheça as principais delas relacionadas ao consumo exagerado do açúcar.

Diabetes tipo 2

A insulina é um hormônio secretado pelo pâncreas com a função de captar a glicose na corrente sanguínea e transportá-la para o interior das células. A diabetes tipo 2 ocorre quando há muito açúcar na corrente sanguínea e o pâncreas fica sobrecarregado. O organismo, então, passa a apresentar resistência à insulina, e as células não aproveitam o açúcar ali presente em grande quantidade, promovendo o desenvolvimento da doença.

Cáries

As cáries geralmente estão relacionadas a fatores genéticos, mas sabe-se que a desmineralização dos dentes e a perda de cálcio estão associadas a ácidos produzidos por bactérias que vivem em nossa boca. Essas bactérias se alimentam de restos de alimentos que apresentam glicose em sua composição, liberando o ácido em seus processos metabólicos e danificando os dentes.

Obesidade

O açúcar é uma rica fonte de calorias e, quando em excesso, seu consumo proporciona o acúmulo de energia em nosso corpo. Essa concentração, quando não aproveitada, é armazenada na forma de gordura, mais especificamente nos tecidos adiposos, caracterizando a obesidade quando há um aumento de peso considerável. Vale lembrar que a obesidade está diretamente relacionada ao surgimento de outras doenças, como hipertensão, problemas cardiovasculares e colesterol alto.

Câncer

Atualmente, sabe-se que as células cancerígenas, embora tenham grande parte de suas funções deterioradas, utilizam a glicose como principal fonte de energia para se multiplicarem. Dessa maneira, o consumo exagerado de açúcar favorece o desenvolvimento de células doentes ao servirem como substância nutritiva a elas, podendo contribuir para o surgimento de metástases e de tumores.

Quais são as melhores dicas e recomendações?

É muito importante salientar que o açúcar não compõe somente o grupo dos alimentos doces, como a maioria pensa. Grande parte das comidas e bebidas industrializadas possuem açúcar em sua composição e, não raramente, sob nomes diferentes para confundir o consumidor.

Então, é fundamental que você leia atentamente os rótulos e a composição desses alimentos. Muitas vezes, entre os ingredientes, há substâncias com o nome de glicose, frutose, sacarose, xarope de arroz, sorbitol, xilitol, manitol, entre outros.

O consumo de tais alimentos deve ser controlado e, se possível, associado à prática de atividades físicas. Tal combinação promove a queima natural de calorias excessivas e uma boa regulação dos níveis de açúcar no sangue.

Os riscos do açúcar podem ser muito perigosos para aqueles que fazem seu consumo de forma imprudente. Além de conferir regularmente seu nível glicêmico com o auxílio do seu médico, é extremamente importante prestar atenção em sua dieta a fim de manter uma alimentação saudável.

Então, gostou do nosso post? Deixe sua opinião nos comentários abaixo! Ela é muito importante para nós!

banner cimed whey proteinPowered by Rock Convert

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This