Qualidade de Vida

Conheça 5 tipos de Yoga e descubra qual combina mais com você

mulher praticando yoga
Escrito por Rodrigo Fávaro

O yoga tem conquistado cada vez mais adeptos aqui no Brasil. Derivada de uma tradição indiana de cerca de 5 mil anos, essa prática tem como objetivo oferecer um caminho para a integração do corpo e da alma.

Já existem alguns estudos que confirmam os benefícios do yoga entre os seus praticantes. Podemos citar, por exemplo, a melhoria da qualidade do sono e da memória, diminuição do risco de doenças cardiovasculares, redução dos níveis de estresse e até mesmo exerção de um papel auxiliar no emagrecimento.

E você sabia que existem diferentes modalidades de yoga, cada uma com características próprias? Métodos mais tradicionais, outros mais contemporâneos, alguns mais relaxantes ou vigorosos — mas tenha certeza que você vai encontrar aquele que mais combina com você!

Listamos a seguir 5 tipos de yoga. Saiba mais sobre cada um deles e escolha o seu favorito!

1. Hatha

Considerado o yoga clássico, o Hatha é também a base para os outros tipos de prática. As aulas são divididas em 4 momentos que acontecem não necessariamente nessa ordem: meditação, pranayamas (exercícios de respiração), asana (posturas) e relaxamento.

Não existe uma grande variedade de asanas. O foco é permanecer mais tempo em cada postura e, apesar de vigorosos, os movimentos são suaves. Entre os principais benefícios, o Hatha promove o autoconhecimento mental e físico, acalma a mente, aumenta a concentração, equilíbrio, alongamento e força musculares. Se você é iniciante no yoga, essa é a prática mais indicada para você.

2. Ashtanga

Agora se você gosta de desafios e não tem medo de suar a camisa, pratique o Ashtanga! Desenvolvidas pelo indiano K.Pattabi Jois, as aulas são estruturadas a partir da sequência de 6 séries fixas executadas sem pausas. Existem aulas guiadas pelo professor e outras nas quais ele apenas corrige os movimentos e você segue a sua série individual.

Além de queimar muitas calorias, as sequências vigorosas te ajudam a desenvolver flexibilidade e força. O Ashtanga também aumenta a resistência e a imunidade e contribui para uma maior disciplina e foco. E a boa notícia é que não é necessário um ótimo condicionamento físico para começar. A prática regular leva a um melhor desenvolvimento das posturas ao longo do tempo.

3. Iyengar

Entre os tipos de yoga, esse é considerado o mais técnico, pois reúne práticas do yoga tradicional com um trabalho de alinhamento do corpo e precisão técnica na execução dos movimentos.

Para garantir essa estabilidade, o Iyengar conta com o uso dos “props”, acessórios utilizados durante a aula, como cordas, almofadas ou cintos. Por isso, é o yoga mais indicado para iniciantes ou pessoas que tenham problemas de movimento.

4. Yoga Integral

A aula é uma combinação de diferentes métodos de yoga. Essa flexibilidade permite que o professor possa adaptar a aula aos diferentes perfis de aluno, podendo assim ser praticada tanto por iniciantes como por experientes.

O Yoga Integral oferece uma melhoria na postura, maior flexibilidade e força muscular.

5. Vinyasa

O Vinyasa também é formado por uma combinação de outras práticas, mais especificamente o Ashtanga e o Hatha. O resultado é uma aula dinâmica, intensa e fluida, com sequências que chegam a lembrar coreografias.

Também conhecida como Power Yoga, é a prática mais indicada para alunos intermediários, já que exige um conhecimento prévio de cada uma das posturas. Além de músculos fortes, mais alongados e do fortalecimento das articulações, o Vinyasa por levar à perda de peso.

Vale lembrar que o tipo de yoga ideal é aquele que combina com o seu perfil, afinal você não precisa passar por nenhum sacrifício para se sentir mais bonita. Na dúvida, faça aulas experimentais e descubra na prática como elas funcionam.

E você, já sabe qual dos 5 tipos de yoga é o seu preferido? Comente aqui no post!

pomada canela de velho

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This