Estética

5 segredos sobre como acabar com a caspa que você não pode perder

mulher limpando o cabelo contra a caspa
Escrito por Rodrigo Fávaro

Você sofre com esses indesejáveis flocos ou pontinhos brancos no cabelo e deseja saber como acabar com a caspa? Pois você não está sozinho. De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia, 40% da população mundial já teve o problema ou sofre com ele, pelo menos, uma vez ao ano.

Essa inflamação, caracterizada pela descamação do couro cabeludo, surge principalmente devido a fatores genéticos e maus hábitos que prejudicam a saúde dos fios. A boa notícia é que, sim, é possível tratar esse problema!

Preparamos este post justamente para mostrar a você como se livrar a caspa. Então, interessado? Continue lendo e confira alguns segredos e mitos sobre o assunto!

Como acabar com a caspa

1. Seque sempre os cabelos

Um dos principais cuidados para acabar com a caspa é secar bem os cabelos, principalmente quando você os lavar antes de dormir.

O couro cabeludo úmido se torna um ambiente favorável à proliferação de fungos — fator que também favorece o problema. Por isso, utilize um secador com o jato de ar morno ou retire toda a umidade dos fios com uma toalha para que eles sequem mais rápido.

2. Escolha um bom shampoo anticaspa

Shampoos específicos para cabelos com caspa ajudam muito no combate à descamação. Eles contêm ativos eficientes que eliminam o fungo causador e diminuem a coceira. No geral, produtos que apresentam piritionato de zinco, olamina, ciclopirox, cetoconazol, selênio ou ácido salicílico em sua fórmula são boas opções.

3. Não lave o cabelo com água quente

Lavar os fios com frequência não agrava o problema, porém, temperaturas elevadas estimulam a produção de oleosidade e, consequentemente, pioram o quadro. Por isso, o ideal é utilizar água morna ou fria para controlar a caspa.

4. Invista em uma boa alimentação

Alguns alimentos são primordiais para manter a saúde de todo o organismo — e dos nossos fios.

Uma dieta rica em gorduras e açúcares aumenta os processos inflamatórios do corpo, o que prejudica o couro cabeludo. Por isso, mantenha uma alimentação equilibrada, composta por todos os nutrientes indispensáveis.

5. Evite fazer químicas

Procedimentos químicos, como alisamentos e tinturas, também aumentam a irritação do couro cabeludo, causando lesões que cobrem e entopem os folículos capilares, o que resulta na descamação. Por esse motivo, evite fazer químicas com muita frequência.

Principais mitos e verdades sobre a caspa

“A caspa é contagiosa”

Mito. Embora muitas pessoas acreditem que o problema é transmissível, o surgimento da caspa está ligado apenas a fatores genéticos e outros hábitos prejudiciais à saúde capilar. Logo, não pode ser passado de um indivíduo a outro.

“A caspa é um problema crônico”

Verdade. De fato, a caspa não tem cura definitiva — ela pode desaparecer e depois voltar novamente. Entretanto, como vimos, é possível controlá-la bem e não sofrer o tempo todo com o problema.

“A caspa é ocasionada pela falta de higiene”

Mito. Passar vários dias sem lavar o cabelo não, necessariamente, ocasiona descamações. O aparecimento dos flocos brancos depende, na verdade, do aumento da oleosidade e do entupimento dos folículos.

“A caspa pode gerar calvície”

Verdade. Se não tratada adequadamente, a inflamação do couro cabeludo pode ser severa, afetar a raiz capilar e resultar na calvície. Além disso, a maioria das pessoas que sofrem com a caspa têm queda de cabelo. Por isso, cuide do problema desde cedo!

Enfim, estas foram algumas dicas e esclarecimentos para ajudar você a entender como acabar com a caspa. Agora que você já está por dentro do assunto, basta colocá-las em prática e garantir a saúde do seu couro cabeludo!

Agora, se gostou do post, aproveite para nos seguir em nossas redes sociais e acompanhe outros conteúdos de qualidade! Estamos no Facebook, Twitter e LinkedIn.

banner vitaonePowered by Rock Convert

Sobre o autor

Rodrigo Fávaro

Administrador de empresas com pós-graduação em Matemática Financeira e MBA de Gestão do Varejo Farmacêutico (CPDEC).

Cerca de 8 anos atrás, fui diagnosticado com uma doença autoimune, chamada Doença de Chron, a partir deste dia vi o quanto é importante ter nossa saúde em dia.
Isso foi o gatilho para meu maior propósito: Ajudar outras pessoas a cuidarem de sua Saúde e Qualidade de vida.

Deixar comentário.

Share This